segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Curtas

Sabes que o que sinto mais falta, é do teu cheiro.
Sim, o cheiro.
O cheiro da tua pele, o cheiro a ti.
Está entranhado em mim, nas minhas narinas.
Cheira a brisa do mar, ao cheiro da terra molhada, ao cheiro do pão acabado de fazer com a manteiga a derreter, ao cheiro do vinho que ainda está no pipo…
Esse cheiro que me faz lembrar a palavra (a)mar.

2 comentários:

Anónimo disse...

:)

anatcat disse...

sinto muito e sinto muito, a falta do mesmo, disso tudo e muito mais... esses aromas todos...