sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Vampiros

- Avô, a mãe disse que os vampiros não existem...

- Foi?

- Sim. Disse que eram mito... qualquer coisa. Que era tudo inventado.

- Tens que perceber que há muitas coisas que a tua mãe não sabe, essa é uma delas. Os vampiros existem.

- Mesmo??

- Mesmo. Há criaturas pérfidas que se escondem nos cantos escuros. Esperam, esperam, até que alguém passa, fixa os seus olhos e fica perdido sob o seu controlo. Depois, alimentam-se sugando toda e qualquer emoção que a pessoa tenha e deixam-na uma mera casca vazia.

- Que medo, avô... Como é que nos podemos defender deles?

- Protege as tuas emoções, petiz, são o que tens de mais precioso! Constrói um muro à sua volta, o mais alto e resistente que conseguires!

- Vou tentar... E isso chega?

- Nunca há garantias. Há-os tão poderosos que basta um olhar para que o muro que construíste desabe por completo e fiques impotente e indefeso, à sua mercê!

- Então... O que posso fazer mais?

- Quando passares por um sítio escuro, se te parecer que viste um par de olhos brilhantes vidrados em ti, foge! Corre o mais depressa que conseguires e não olhes para trás!!

6 comentários:

AP disse...

Eles comem tudo, eles comem tudo, eles comem tudo e não deixam nada

Funny Analana disse...

You can run, but you can´t hide... :)

Canuca disse...

Sempre me fascinaram histórias sobre Vampiros :)...

vampire hunter disse...

Cuidado com esse tipo de vampiros, só se querem aproveitar das tuas emoções em beneficio próprio.
A vampiros desses por aí, que te deixam seco e vazio...

anjoazul disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rodovalho Zargalheiro disse...

Pois... Se calhar não se consegue... Mas pode ser que não sejam daqueles que se alimentas das nossas emoções.