terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Receita para fazer um Herói

Tome-se um homem,
Feito de nada, como nós,
E em tamanho natural.
Embeba-se-lhe a carne, Lentamente,
Duma certeza aguda, irracional,
Intensa como o ódio ou como a fome.
Depois, perto do fim,
Agite-se um pendão,
E toque-se um clarim.
Serve-se morto.

Reinaldo Ferreira

3 comentários:

In Loco disse...

Vamos ser Herois
Herois desta guerra
Acabar com os Homens
Que destroiem a Terra...

Anónimo disse...

E já agora, que se está com a mão na massa, porque não acabar com os/as que destroem a nossa bela língua?

in loco disse...

É conscerteza uma bela idea, mas depois o que farias tu, ó anonimo(a) cuando já não tivesses mais erros de ortografia para apontar?