terça-feira, 15 de fevereiro de 2005

Asas de gaivota

O facto de poder olhar por cima do monitor e ver um verdejante campo de golfe, com um plácido e convidativo lago, onde gaivotas e garças desfrutam os pequenos prazeres da vida, prazeres que, na nossa luta contínua por ter mais coisas, temos tendência para esquecer; o prazer de estar deitado na relva com o confortável calor do sol, o prazer da pura disponibilidade… pois é, estava eu a dizer que o facto de ter esta vista tem efeitos contraditórios, se por um lado faz com que não me sinta enclausurado no meio do rebanho, por outro tem o efeito por vezes desanimador de me fazer divagar, como já estava a acontecer.
Quantas vezes encarnei naquela gaivota e morri de inveja ao sentir o vento da liberdade no bico? Quantas vezes tinha dado todas as minhas posses materiais para beber assim o céu? Quantas vezes dava a minha racionalidade para ser filho do mar e da brisa?
Trocava de bom grado o meu cérebro pensante e as minhas mãos de humano por um par de asas de gaivota, não sei é se alguma gaivota ia nessa…

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2005

Poesia de sarjeta

No princípio era o silêncio,
O nada, o vazio, escuridão
Mas do caos nasce o cosmos
E do cosmos nasce a paixão
Que as mentes que divagam no limbo
Em lagos de pensamento
Moldam em teorias, conceitos
Criando assim no momento
A dimensão do sofrido sonho
Que se adensa e multiplica
Para que não tenhamos temor
Da desconcertante harmonia que fica
Quando as notas suspensas no éter
Antes soltas e perdidas
Começam lentamente a formar
A sinfonia das nossas vidas

domingo, 6 de fevereiro de 2005

Audio

pavement

´range life´
´heaven is a truck´


heaven is a truck, it got stuck on the brise
ask the driver nicely ´i need a lift, i need release´



sábado, 5 de fevereiro de 2005

En su cólera las diosas son tan hermosas como el calibre de un revólver. Rigen tan tarde y con maneras tan desordenadas como bellas son en su cólera. Arden, humean y huelen a limpio.

Sus palabras son como de lujuria, pero sin serlo. Y entre tantas cosas bellas solo hay desdén inhóspito.

Hay un viejo retrato que explica todas las verdades de la vida, está colgado de una pared muy alta y reza varias explicaciones: La primera de ellas dice que si bebes demasiado rápido probablemente acabes tragando los restos del vaso. La segunda alardea de ingenua, pero no lo es: solo has de caminar para recordar las piedras del camino. La tercera es terrible y es cierta. Cuando llega la noche solo hay putas e ingratos ignorantes.

Ayer

ontem foi fixe
cheguei a barna pelas 22h30 e encontrei o pessoal do citibank a sair do kraftwerk. gawd, há séculos que nao via o artur. chegámos exactamente ao mesmo tempo, a trabalhar no mesmo sítio, temos tido vidas muito paralelas. já é uma imagem fixa na minha memória. foi kewl pq em duas horas metemos toda a conversa de um ano em dia mas com aquela intimidade que só se tem com alguém que já se conheça há muito tempo. parecíamos gralhas. é um crido. com 31 anos e parece um garoto de 23

chegámos a casa e tivemos com o flip a beber e a fumar até tarde

somos completamente nonsense, nada do que dizemos tem o mínimo sentido

Sábado por la mañana

Acabo de ler esta frase:

Eres como el interior de una nave espacial abandonada, brillas por fuera, por dentro nada.

tem piada


uma playlist (ideal para começar o finde):

joss stone ´super duper love´
ike & tina ´proud mary´(live)
angie stone ´lovers ghetto´
curtis mayfield ´give me your love´
bent ´magic love´
killie minogue ´slow´
n.e.r.d ´she wants to move´
the streets ´fit but you know it´
bent ´stay the same´ - lembra o old bowie :)
grandaddy ´now it´s on´


love each and one of it

e sim i feel groovy

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2005

Rasputin

´Temo que morrerei antes de 1 de Janeiro. Se sou morto por plebeus e especialmente pelos meus irmaos, os camponeses russos, nada terás a temer. O teu trono será estável por mais 100 anos e o teu filho tornar-se-á imperador e Czar. Mas se sou morto às maos dos nobres, entao o meu sangue permanecerá nas suas maos por mais 25 anos. Terao de abandonar a Rússia, irmaos lutarao contra irmaos, o ódio dividirá as famílias e o país perderá a sua nobreza e o seu império…´

Ao mesmo tempo que Rasputin previa tal futuro para a Rússia, a sua morte estava a ser planeada pelos membros da nobreza..

A data escolhida foi 29 de Dezembro de 1916. Rasputín chegou ao palácio, situado fora da cidade, com um único propósito: seduzir a princesa
Era exactamente meia noite quando chegou. Foi acompanhado a um salao inferior, afastado da área principal, na zona dos sótaos, com a desculpa de que era ´o primeiro convidado a chegar´.
A verdade é que haviam mais convidados.. Rasputín matou o tempo de espera bebendo vinho e comendo, sem saber que no mesmo vinho e comida havia cianeto de potássio suficiente para matar 10 homens quase instantáneamente.
Do outro lado do palácio, os involucrados no complot esfregavam as maos de contentes. Depois de esperarem meia hora, o Príncipe Yussopov desceu com a convicçao que iria apenas confirmar que Rasputin estava morto. O seu assombro nao teve limites quando o viu sao, salvo e pedindo mais vinho, uma vez que ´a garganta lhe ardia como fogo´.
O príncipe serviu-lhe mais vinho e correu escadas acima para informar que ´Rasputin era imortal e o veneno nao fazia efeito´ Houve um momento de pânico entre os nobres. O Duque Purishkevich foi o primeiro a reagir. -Vai e mata-o -disse entregando um revólver a Yussopov. Por segunda vez desceu ao salao inferior, onde Rasputin continuava a beber o vinho com os olhos mais brilhantes e magnéticos que nunca.
-Parece que me queres dizer qualquer coisa – disse sarcásticamente enquanto cravava os olhos no príncipe.
Este tremeu dos pés à cabeça..
´Olha para aquela parede´disse a Rasputin
Rasputín desviou o olhar para o quadro que lhe mostrava e nesse momento Yussopov disparou 3 vezes o revolver na direcçao das suas costas. Aparentemente Rasputin caía morto ..Imediatamente os nobres cantaram vitória e chamaram um médico que confirmasse a morte do sábio louco. "Está clinicamente morto" disse o médico entregando o certificado de óbito.
Assim que o médico se retirou do palácio, os nobres dedicaram-se a uma brutal e horrenda orgia alcohólica junto ao cadáver. Aguardaram até às 3 da manha, hora em que pensavam lançar o corpo ao rio Neva. Qual nao foi o horrible espanto de todos quando Rasputin se levanta, ensanguentado mas vivo! Todos, menos Yussopov fugiram de imediato. Este ficou paralisado de medo enquanto Rasputin lhe arrancava tecido do ombro esquerdo do uniforme.
O príncipe escapou correndo e gritando pelas escadas acima enquanto Rasputin o perseguia rindo e gritando, ensanguentado, com as maos estendidas como garras em direcçao ao seu inimigo.Yussopov fechou as portas do salao, apenas para que Rasputín as arrancasse dos ferrolhos com a força de um demónio. Os outros nobres vieram em auxílio do príncipe e agrediram Rasputin violentamente. Este caiu ao chao e aí mesmo foi violentamente golpeado na cabeza por Purishkevich. Como se nao bastasse, chamaram ainda os soldados que, com barras de ferro, partiram todos os ossos do suposto cadáver..

Pegaram no gigantesco corpo que nao parava de sangrar e levaram-no até ao rio para o sepultar... Só para descobrirem que Rasputin ainda respirava! Abriram um buraco no gelo e aí mesmo sepultaram o monge louco. Disse quem assistiu que enquanto o corpo descia pelas profundezas daquelas águas se ouviu uma arrepiante gargalhada..O seu corpo foi descoberto apenas alguns dias depois. Com um braço a sair do buraco feito no gelo e os dedos unidos em gesto de bendiçao.

Inconsolável, a Imperatriz Alexandra enterrou Rasputín com honras de estado.
O azar abateu-se sobre a nobreza e a Casa Real pouco depois da sua morte e tudo aconteceu tal qual havia previsto.A revoluçao fez desaparecer a família imperial em Outubro de 1917. Os nobres foram assassinados em massa. Os poucos que conseguiram escapar confirmaram a premoniçao do monje que nao podia morrer e a maldiçao que fez cair sobre eles: ´Desaparecerá toda a nobreza russa´.
Pois

Beck

..."um novo albúm de Beck é como sexo com uma prostituta desdentada:nunca se sabe o que virá dali."

Rasputin
ritahotpussy

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2005


Suehiro Maruo.. estes japoneses sempre foram silenciosamente creepies

ritahotpussy

The Corpse Bride
ritahotpussy

O Tim Burton

Além de Charlie and the Chocolate Fish, que estreará en Julho, Tim Burton está a preparar outro filme película para estrear dia 23 de Septembro.
Chama-se Corpse Bride e vai ter, assim como Charlie and the Chocolate Fish, Johnny Depp, Helena Bonham Carter (sua esposa) e música de Danny Elfman

O elenco de vozes é genial

Helena Bonham Carter as The Corpse Bride
Johnny Depp as Victor
Albert Finney
Richard E. Grant (Dr.Jack Stewart no Dracula de Coppola)
Christopher Lee ( :) )
Joanna Lumley (fazia o papel da genial Patsy Stone na também genial britcom Absolutely Fabulous)
Emily Watson as Victoria (Breaking the waves, de Lars von Trier)


Já se podem ver as primeiras imagens em

http://www.timburtoncollective.com/corpse.html

Aliás, aconselho uma viagenzinha por este site que está maravilloso

Can´t really wait. Cada filme do Tim Burton deixa-me sempre aquela sensaçao boa de estar em casa