sábado, 5 de fevereiro de 2005

Ayer

ontem foi fixe
cheguei a barna pelas 22h30 e encontrei o pessoal do citibank a sair do kraftwerk. gawd, há séculos que nao via o artur. chegámos exactamente ao mesmo tempo, a trabalhar no mesmo sítio, temos tido vidas muito paralelas. já é uma imagem fixa na minha memória. foi kewl pq em duas horas metemos toda a conversa de um ano em dia mas com aquela intimidade que só se tem com alguém que já se conheça há muito tempo. parecíamos gralhas. é um crido. com 31 anos e parece um garoto de 23

chegámos a casa e tivemos com o flip a beber e a fumar até tarde

somos completamente nonsense, nada do que dizemos tem o mínimo sentido

3 comentários:

Anónimo disse...

mas...o q é q queres da vida???????????????
beber e fumar?
um pouco vazio e sem sentido, não achas?
get a life!

Rodovalho Zargalheiro disse...

Porque é que as pessoas têm que julgar a vida dos outros pelo que fazem da sua? Também te posso dizer "epa, não bebes, não fumas, se calhar nem fodes, para é que serve a merda da tua vida?".
A vida de cada um é o que ele quer fazer dela e parece-me bastante presunçoso pensar que somos detentores da verdade e que o que queremos da vida é o que está certo e, como tal, toda a gente devia querer o mesmo.
E o que é que levamos desta vida senão os copos que bebemos, os cigarros que fumamos, as gargalhadas que demos e, porque não, as quecas que demos também?

Omar Muharib disse...

¿Posso perguntar que são quecas?